Restauração da GO-040, entre Goiatuba e Bom Jesus, tem 90% das obras concluídas pelo Governo de Goiás

0
9
restauracao-da-go-040,-entre-goiatuba-e-bom-jesus,-tem-90%-das-obras-concluidas-pelo-governo-de-goias
Restauração da GO-040, entre Goiatuba e Bom Jesus, tem 90% das obras concluídas pelo Governo de Goiás

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), está com mais de 90% das obras de restauração da GO-040 concluídas. Trata-se de trecho de 43 quilômetros entre Goiatuba e Bom Jesus de Goiás, ambas na região Sul, que recebe investimento de R$ 92 milhões do Fundo Estadual de Infraestrutura (Fundeinfra) para facilitar o escoamento de produções agroindustriais.

Equipes da Goinfra já realizaram o Tratamento Superficial Duplo (TSD) e a aplicação do microrrevestimento asfáltico no local. Atualmente, técnicos fazem a implantação dos elementos de drenagem superficial (EDS), como sarjetas e meios-fios, além da sinalização horizontal e vertical.

Segundo o presidente da Goinfra, Santos Filho, motoristas que passam pela região já sentem os benefícios do empreendimento, que já está em uso. “Estamos com 90% do projeto executado, com previsão de entrega para o fim do mês de julho. É uma intervenção que promove mais segurança a todos os usuários e representa um avanço logístico para o escoamento de produções agroindustriais entre o Sul e as várias regiões do Estado”, sublinha.

O trabalho é resultado de um esforço conjunto da Goinfra com várias pastas da administração estadual e entidades parceiras, que formam o Conselho Gestor do Fundeinfra. São elas: Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), Secretaria-Geral de Governo (SGG), Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (SIC), bem como representantes da iniciativa privada, como a Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

“Trata-se de um trabalho desempenhado por várias mãos para materializar o projeto de desenvolvimento econômico do estado por meio da implantação de corredores logísticos indispensáveis à qualidade de vida das pessoas e à economia dos municípios goianos”, conclui Santos Filho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui