Goiânia: Prefeitura via Secretaria de Saúde amplia capacidade do Hospital e Maternidade Célia Câmara para melhor atendimento à mulher

0
12
goiania:-prefeitura-via-secretaria-de-saude-amplia-capacidade-do-hospital-e-maternidade-celia-camara-para-melhor-atendimento-a-mulher
Goiânia: Prefeitura via Secretaria de Saúde amplia capacidade do Hospital e Maternidade Célia Câmara para melhor atendimento à mulher

O quarto ano de funcionamento do Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara (HMMCC) foi comemorado nesta quarta-feira (10/4), com o anúncio feito pelo prefeito Rogério Cruz da ampliação do laboratório da unidade e a abertura de dez novos leitos de Alojamento Conjunto (Alcon), que abrigam mães e seus bebês, do parto até o momento de alta.

Em seu discurso, o prefeito Rogério Cruz destacou que a prioridade de sua gestão sempre foi cuidar das pessoas, por meio de ações e programas realizados desde 2021, quando assumiu a Prefeitura de Goiânia. Também disse reconhecer o trabalho e empenho de todos os colaboradores da unidade de saúde.

“A aplicação da maternidade significa o bom atendimento à população goianiense, mesmo sendo um serviço municipal, pelo SUS. Nós temos a certeza de que essa ampliação traz uma grande vantagem, com leitos mais humanizados para mães, crianças e acompanhantes, conforto que todos podem ver. Isso é muito importante porque traz dignidade ao ser humano e às pessoas que buscam atendimento no Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara”, pontuou, em entrevista à imprensa.

Sobre a transferência do laboratório de análises clínicas, do Hospital e Maternidade Dona Iris (HMDI), na Vila Redenção, para a unidade Célia Câmara, em um espaço mais amplo e adequado para os trabalhadores desse setor, o prefeito Rogério afirmou que o objetivo é melhorar o ambiente de trabalho, dando mais dignidade a todos, e também é uma forma de dar respostas mais rápidas à sociedade, na resolução de exames médicos.

O secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, antecipou que há um projeto de ampliação da unidade, pela sua concepção arquitetônica que, inicialmente, serviu de amparo a pacientes durante a pandemia da Covid-19. “Agora é hora de retomarmos o plano inicial, e transformá-la para um melhor atendimento, com o oferecimento de serviços de excelência, pela potencialidade que a estrutura tem. Nosso objetivo é ofertar toda a qualidade de saúde para as mulheres de Goiânia, que é realmente o que elas merecem”, afirmou.

Pollara afirmou que o oferecimento de novos serviços se dará de forma gradativa, em áreas com endocrinologia, vascular, menopausa e prevenção do câncer, entre outras. “Tudo o que se refere à mulher será atendido na unidade”, disse.

A primeira-dama Thelma Cruz manifestou sua satisfação em participar do evento, que o classificou como significativo no cuidado e amparo de mães e bebês. “Hoje é um dia muito importante, porque se trata de uma expansão física da unidade de saúde, mas principalmente por trazer mais qualidade no atendimento, de forma ainda mais humanizada, com melhor acolhimento às mulheres”.

Segundo Thelma Cruz, o prefeito Rogério acertou ao escolher o médico Wilson Pollara para dirigir a Secretaria Municipal de Saúde, por seu comprometimento e dedicação à causa da mulher no município de Goiânia, como também quanto à assistência dispensada a todos os goianienses. “Acho que vale a pena a gente estar no poder público e trabalhar para todos, pensando no coletivo”, pontuou.

Diretor-geral do HMMCC, Marcelo Cupertino disse que o atendimento, que passa a contar com leitos individualizados para mães, bebês e acompanhantes, oferece mais privacidade a todos eles. “A ampliação vem para a humanização ainda mais do atendimento na unidade, para dar dignidade, segurança e privacidade às pacientes”, ressaltou.

Atendimentos

O Hospital e Maternidade Municipal Célia Câmara, integrante do sistema de saúde do município, é gerido pela Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (Fundahc/UFG), desde a sua abertura, em 2020, e conta hoje com 845 colaboradores. No local, já foram realizados 7,8 mil partos; 5,7 mil consultas eletivas; 672,3 mil exames laboratoriais e outros 47,3 mil de imagem; 223 cirurgias eletivas; 50,6 atendimentos gerais e 2,5 mil registros de cartório. Nesse período, o posto de coleta de leite humano também realizou mais de 2,2 mil atendimentos, com a captação de 262 litros de leite.

Diretora-executiva da Fundach, Lucilene Souza afirma que a ampliação da unidade visa garantir ainda mais serviços humanizados, de qualidade e excelência. “É isso que a fundação, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, visa prestar para a comunidade. É com imensa satisfação que celebramos esse marco significativo. Os primeiros quatro anos de funcionamento da maternidade já foram destacados nesta solenidade, como referência para o município de Goiânia, e agora o nosso desejo, muito bem colocado pela primeira-dama Thelma Cruz, pelo prefeito Rogério e pelo o secretário de Saúde, Wilson Pollara, é de torná-la referência como hospital da mulher”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui